´Bandeira de Retalhos´ comemora um ano em cartaz com nova temporada no Casarão do Nós do Morro

´Bandeira de Retalhos´ comemora um ano em cartaz com nova temporada no Casarão do Nós do Morro

 

´Bandeira de Retalhos´, peça do Nós do Morro que estreou em 14 de junho do ano passado na sede do grupo, no Morro do Vidigal, inicia uma nova temporada, no mesmo local, na terça-feira, dia 4 de junho, às 21h. O espetáculo fica em cartaz às terças-feiras, às 21h, até 17 de julho no Casarão do Nós do Morro – Rua Dr. Olinto de Magalhães, 54, Vidigal. A entrada é gratuita, mas com direito ao chapéu do elenco, ao fim do espetáculo.

 

“As apresentações em Portugal foram lotadas e ainda fizemos uma sessão extra no último dia. Apesar de ser baseada em uma história verídica de 1977, ‘Bandeira de Retalhos’ tem uma universalidade única. Ao longo da temporada anterior no Casarão, eu vi franceses, alemães, ingleses, espanhóis que mal sabem português, assistindo emocionados”, conta Guti Fraga, diretor do espetáculo, em parceria com Fátima Domingues. A peça é um musical 100% brasileiro, escrita por Sérgio Ricardo e realizada pelo grupo Nós do Morro, que fala de união, política e solidariedade, ao som de músicas de Sérgio Ricardo, com 22 atores em cena.

 

Assistida por cerca de sete mil pessoas, a peça fez quatro apresentações lotadas no Chapitô, em Lisboa, em maio, por conta do Ano do Brasil em Portugal. Além de Portugal, ao longo do último ano, ‘Bandeira de Retalhos´ cumpriu temporadas no Teatro Maria Clara Machado (Planetário da Gávea), na Praça Tropicália, em frente à sede do Afroreggae, em Vigário Geral, no Teatro Calouste Gulberkian, no Rio de Janeiro; e também passou pelos palcos paulistanos do Itaú Cultural e da VIII Mostra de Latino-Americana de Teatro de Grupo, realizada no Centro Cultural São Paulo, em abril passado.

 

´Bandeira de Retalhos´ ficciona o episódio histórico de 1977, quando o governo tentou expulsar parte dos moradores do Morro do Vidigal, que resistiram graças ao apoio da população, de setores da Igreja Católica e da imprensa. Em meio aos acontecimentos, o casal Tiana e Neno passa por um conflito na relação e lideranças se formam no morro para salvar os barracos da remoção. Além da dramaturgia, as 11 músicas são do compositor, cineasta e artista plástico Sérgio Ricardo. Quando aconteceu a tentativa de remoção, Sérgio havia acabado de se mudar para o Vidigal, onde mora até hoje. O músico também assina a direção musical da peça em parceria com seu filho João Gurgel, que interpreta o alter ego de Sérgio em ´Bandeira de Retalhos´. A direção é de Guti Fraga e Fátima Domingues.

 

No elenco, Alexandre Cipriano, Alexis Abrahan, Cida Costa, Cláudio Tozar, Edson Oliveira, Flávio Mariano, Francisca Damião, Jackie Brown, João Gurgel, Kizi Vaz, Lorena Baesso, Luiz Henrique Delfino, Luzinete Barbosa, Marcello Melo, Maga Cavalcante, Marília Coelho, Nino Batista, Priscilla Marinho, Renan Monteiro, Rosangela Gonçalves e Sandro Mattos.

 

‘Bandeira de Retalhos’ – Serviço:

‘Bandeira de Retalhos’ – direção geral de Guti Fraga e Fátima Domingues, texto e direção musical de Sérgio Ricardo, com o grupo Nós do Morro.

 

Sinopse: Em meio ao episódio histórico de 1977, quando o governo tentou expulsar parte dos moradores do Vidigal, um casal vive sua paixão e lideranças se formam no morro para salvar os barracos da remoção.

 

A partir de 4 de junho, às terças-feiras, às 21h;

Local: Casarão do Nós do Morro;

Endereço: Rua Dr. Olinto de Magalhães, 54, Vidigal

Telefones: (21) 3874-9411 e (21) 3874-9412

Entrada Gratuita, com direito a passagem de chapéu no final;

Classificação etária: 16 anos;

Duração: 105 minutos;

Capacidade de público: 60 pessoas.

 

 

‘Bandeira de Retalhos’ – Ficha Técnica

Direção Geral: Guti Fraga e Fátima Domingues

Texto e Direção Musical: Sérgio Ricardo

Elenco:

Alexandre Cipriano, Alexis Abrahan, Cida Costa, Cláudio Tozar, Danilo Batista, Edson Oliveira, Flavio Mariano, Francisca Damião, Jackie Brown, João Gurgel, Kizi Vaz, Lorena Baesso, Nino Batista, Luiz Henrique Delfino, Luzinete Barbosa, Marcello Melo, Maga Cavalcante, Marília Coelho, Priscilla Marinho, Renan Monteiro e Rosangela Gonçalves.

 

Direção de Movimento: Johayne Hildefonso

Direção de Arte: Rui Cortez

Direção de Produção: Zezzé Silva

Iluminação: Márcia Francisco

Figurinos: Pedro Sayad e Tita Nunes

Supervisão Dramatúrgica: Luiz Paulo Correa e Castro

Direção vocal e Canto: Tiago Barbosa

Co-direção Musical: João Gurgel

Preparação Rítmica: Wellington Soares

Preparação Vocal: Leila Mendes. Isabel Schumann e Roberta Bahia

Assessoria de Imprensa: PAGU Comunicação

Fotos: Ricardo Gama

 

 

Related Posts