Informcoes adcionais do blogueiro (Informacoes biogrficas)

‘O Exorcista’ combina a sétima arte com o terror na tela do Cineclube do Nós Morro

‘O Exorcista’ combina a sétima arte com o terror na tela do Cineclube do Nós Morro

Dando continuidade ao Ciclo Emoções Extremas: Medo, nesta quinta-feira, dia 2 de fevereiro, às 19h30, o Cineclube do Nós do Morro exibe "O Exorcista", seguido de debate com a cineasta Rosane Svartman no Salão rosa do casarão do Nós do Morro – Rua Dr. Olinto de Magalhães, 54, Vidigal.


O filme do diretor norte-americano William Friedkin foi realizado em 1973 e recebeu Oscar de Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Som, tendo sido indicado ainda em outras oito categorias. Foi o primeiro filme de terror da história a ter sido indicado ao Oscar de Melhor Filme.

Continue reading
376 Hits
0 Comments

Nós do Morro - A vida levada pela arte - Petrobras

416 Hits
0 Comments

Comédia romântica encerra ciclo francês do Cineclube do NdM

Comédia romântica encerra ciclo francês do Cineclube do NdM

Nesta quinta-feira, dia 1º de dezembro, o Cineclube do Nós do Morro encerra o Ciclo de Cinema Francês exibindo "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain", de Jean-Pierre Jeunet, seguido de debate com a cineasta Rosane Svartman. A sessão está marcada às 19h30, no Salão Rosa do Casarão do Nós do Morro – Rua Dr. Olinto de Magalhães, 54, Vidigal. A entrada é gratuita.

Continue reading
445 Hits
0 Comments

Documentário sobre Clementina de Jesus no Cineclube do Nós do Morro, dia 17 de novembro

 

cartaz-quel2

354 Hits
0 Comments

Nós do Morro recebe a Royal Shakespeare Company entre os dias 18 e 22 de novembro

 

cicelysite

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Nós do Morro tem a honra de iniciar as comemorações de seus 25 anos de fundação sediando o Fórum Shakespeare em parceria com a Royal Shakespeare Company (RSC) entre os dias 18 e 25 de novembro. Ciciely Berry, Justin Audibert, Tracy Irish e Briget Estocolme, diretores da tradicional companhia de teatro inglês, ministram workshops e debates para atores e diretores do NdM. O projeto é uma realização do People Palace Project em parceria com o British Council. As oficinas ocorrem entre 18 e 22 de novembro. 

Continue reading
376 Hits
0 Comments

Outra Opinião: temporada de sucesso no Teatro do CCJF em 2009

O espetáculo "Outra Opinião", uma produção do Nós do Morro, entrou em cartaz no Teatro do Centro Cultural da Justiça Federal no dia 04 de junho de 2009 e cumpriu temporada com casa lotada por um mês. A peça teve direção de Paulo Gianinni e é uma releitura da peça "Opinião", um dos grandes sucessos do teatro brasileiro na década de 60."Outra

O elenco de "Outra Opinião" é todo composto de alunos dos cursos de formação do Nós do Morro e que participaram dos exercícios  e aulas sob a direção do professor Paulo Gianinni e que culminaram com a montagem de um exercício, ainda no final do ano de 2007, que agora vai ser levado a cartaz para cumprir temporada num palco do mercado profissional de teatro de nossa cidade.

329 Hits
0 Comments

Currículo - Fred Pinheiro

Produtor, iluminador e operador de luz, José Frederico Canto Pinheiro, ou Fred Pinheiro, como era conhecido, foi um dos fundadores do Grupo Nós do Morro, instituição na qual fazia parte da diretoria, e da Companhia Movimento e Luz. Casado com a bailarina e coreógrafa Ivana Menna Barreto e pai de uma menina de 17 anos, Fred realizou mais de cem espetáculos e participou da construção do Teatro do Vidigal. 

No Grupo Nós do Morro, foi responsável pela iluminação de todos os espetáculos encenados pela companhia, além de mentor do projeto de formação de técnicos na área. Em 2006, foi o responsável pela iluminação de “Carmem de Tal” e “Os Dois Cavalheiros de Verona”, espetáculo que estreou em Stratford-upon-Avon, na Inglaterra, a convite da Royal Shakespeare Company. Em 2008, foi responsável pelo projeto de iluminação da peça Machado a 3x4, indicada a duas categorias do Prêmio Shell.  Fred participou também da Companhia de Teatro Medieval.

282 Hits
0 Comments

Sobre o cinema

Depois de se consolidar no circuito teatral, o Nós do Morro abriu novas frentes e ampliou ainda mais sua atuação no cenário cultural brasileiro. O Núcleo Audiovisual é um exemplo dessa expansão. Criado em 1995, sob a inspiração dos cineastas Rosane Svartman e Vinícius Reis e, atualmente, composto de uma equipe formada no Nós do Morro, o núcleo já realizou diversas produções, algumas premiadas em festivais do Brasil e do exterior. Hoje, o núcleo também abriga um Ponto de Cultura do Ministério da Cultura, capacitando os alunos para atuar na área do audiovisual. 

Continue reading
1169 Hits
0 Comments

Sobre o Teatro

O teatro sempre foi a nossa vida, nossa razão de existir. Desde os primeiros anos,  o palco sempre foi o objetivo número um do Nós do Morro. Num processo que desenvolvemos dia a dia, experiência a experiência, buscamos nesses anos todos desenvolver a pesquisa de uma linguagem mais popular para o teatro, utilizando as habilidades musicais e a ginga inatas dos nossos integrantes, isto resultou em espetáculos musicais, que mostraram a força, a garra e o talento das trupes do Nós do Morro nos palcos da cidade.

IMGs TEATRO

Seja no teatro do Vidigal, nosso espaço cênico construído com muita luta e reformado com o patrocínio da Petrobras, ou nos teatros do circuito profissional, nossos elencos sempre levaram para a cena a mensagem de que a vida levada na arte é muito mais bonita de ser vivida. Ao assistir a espetáculos, como Machadiando, Abalou, Noites do Vidigal, Sonho de uma Noite de Verão e os mais recentes Os Dois Cavalheiros de Verona e Carmem de Tal, a platéia – boa parte formada ao longo dos anos de existência do Grupo – sai do espaço cênico com a certeza de que presenciou um processo de transformação da vida. Garra, talento, vibração e orgulho de estar no palco. Disciplina, organização e busca incessante pela qualidade daquilo que fazemos em grupo, de forma coletiva. Essa é a filosofia do Nós do Morro, que levamos para todos os lugares onde nos apresentamos.


Em 20 anos de vida, levamos ao palco textos consagrados da dramaturgia nacional e internacional, paralelamente a textos que falam do cotidiano da vida do morro. Assim, alternamos montagens de autores como Martins Pena, Ariano Suassuna, José Vicente, William Shakespeare com pesquisas de linguagem que nos levaram a apresentar peças como “Biroska”, “Abalou”, “Noites do Vidigal” e “Burro sem rabo, ou...” Estas últimas, resultados do trabalho de pesquisa e desenvolvi-mento de uma linguagem mais popular para o teatro.

1264 Hits
0 Comments