CINE NÓS DO MORRO: CICLO CINEMA BRASIL

 

 

Cartaz APROVADO 25abril

 

 

Segunda, dia 25 de abril às 19h30, temos Cine Nós do Morro – Ciclo Cinema Brasil, com a exibição dos filmes: Aqui tem Coco- Um dia em Caiana dos Crioulos, de Socorro Lira e Duas Vezes Mulher, de Eunice Gutman.

 

Grupo Nós do Morro e Petrobras apresentam o Cine Nós do Morro, uma atividade gratuita, aberta ao público, que oferece sempre um bom filme e debate após as sessões, visando a educação, o entretenimento e a difusão da cultura cinematográfica.

 

 O “Ciclo Cinema Brasil” apresenta um panorama do cinema plural produzido nos estados brasileiros.

 

SOBRE OS FILMES QUE SERÃO EXIBIDOS NO DIA 25 DE ABRIL:

 

Aqui tem Coco- Um dia em Caiana dos Crioulos, de Socorro Lira

Documentário, 2014, 19 minutos.

 

Classificação Indicativa: Livre

 

Sinopse:

 

Caiana dos Crioulos é uma comunidade remanescente de quilombo que fica numa serra do município de Alagoa Grande, Paraíba. Brasil. Reconhecida pelo Ministério da Cultura, aguarda a devolução das suas terras como de direito.

 

Além de se trabalhar, rezar, estudar, amar e brigar (de vez em quando), também se brinca e se diverte com o Coco-de-roda e a Ciranda, manifestação que alia canto, dança e alegria.  O documentário AQUI TEM COCO – UM DIA EM CAIANA DOS CRIOULOS, produzido e dirigido por Socorro Lira, é um convite para se conhecer a esta comunidade que tem pra mais de 300 anos de existência. Com 19 minutos de duração, o vídeo mostra como é a vida das cirandeiras e coquistas de Caiana, do amanhecer ao pôr do sol, adentrando à noite com uma animada roda de coco.

 

Um momento precioso é quando entram cenas do ‘coco ou toré’ registradas em Baía da Traição, Paraíba, em maio de 1938, pela Missão de Pesquisas Folclóricas de Mário de Andrade. 

 

Realizado de forma independente, teve início em 2007 e foi finalizado somente em 2014.

 

 

E, já que a porta se abriu, aqui está um pouco da vida e das pessoas que habitam o mágico e, ao mesmo tempo, real universo desta comunidade quilombola que resiste, há séculos, para manter vivas suas tradições.

 

 

Ficha Técnica:


Roteiro e direção: Socorro Lira

Produção executiva: Liraprocult

Edição e montagem: Socorro Lira e Jones Gama

Finalização: Jones Gama

Câmera dia e depoimentos: Romério Zeferino

Câmera noite e roda: Estúdio no Ar (Campina Grande)

Masterização áudio: André Ferraz 

 

Duas Vezes Mulher, de Eunice Gutman

Documentário, 1985, 37 minutos

 

Classificação Indicativa: Livre

 

Sinopse:

 

“Duas vezes mulher”, filme de Eunice Gutman, com fotografia em P&B de Edgar Moura e Walter Carvalho, mostra, através de entrevistas, a trajetória de duas mulheres migrantes, vindas do campo e que constroem suas vidas no Rio de Janeiro, morando na favela do Vidigal.

 

 

Ficha Técnica:

 

Companhia Produtora: Distribuição Cinematográfica Cine Qua Non Ltda

Produção: Lourdes Alves, Eunice Gutman, Danda Prado

Assistência de produção: Braulio Duarte

Argumento: Eunice Gutman, Danda Prado

Roteiro: Eunice Gutman, Danda Prado

Pesquisa: Eunice Gutman, Danda Prado

Direção: Eunice Gutman

Direção de fotografia: Edgard Moura, Walter Carvalho

Câmera: Edgard Moura, Walter Carvalho

Assistência de câmera: Jacques Cheuiche, Breno da Silveira

Direção de som: Zezé D'Alice, Cristiano Maciel

Som direto: Zezé D'Alice, Cristiano Maciel

Trilha sonora: Marilu MacNamee

Montagem: Eunice Gutman

Música: Marilu MacNamee

 

 

SERVIÇO DO CINECLUBE:

 

Toda última segunda-feira do mês.

Horário: 19h30

 

Local: Casarão do Grupo Nós do Morro (Rua Dr. Olinto de Magalhães, 54, Vidigal)

 

Entrada gratuita: Distribuição de senhas 30 minutos antes da sessão.

 

Lotação da sala: 50 pessoas

 

#NósdoMorroAno30#20anosdeCineNósdoMorro#NósdoMorrosustentável

 

https://www.youtube.com/user/cinenosdomorro

 

https://www.facebook.com/grupo.nosdomorro/?fref=ts

Related Posts