´Bandeira de Retalhos´ pela primeira vez em São Paulo

foto-ricardo-gama-81

 

O musical ´Bandeira de Retalhos´ chega pela primeira vez a São Paulo, com temporada no Itaú Cultural, de 23 a 26 de agosto (quinta-feira a domingo), sempre às 20h. A peça é uma ficção sobre o episódio histórico de 1977, quando o governo tentou expulsar parte dos moradores do Vidigal, que resistiram e, com o apoio da população, de setores da igreja católica e da imprensa, mudaram a demografia do Rio de Janeiro para sempre. A autoria do texto, originalmente nascido de um roteiro cinematográfico escrito em 1979, é do cantor, compositor, cineasta e artista plástico Sérgio Ricardo. Na direção, Guti Fraga e Fátima Domingues.

 

´Bandeira de Retalhos´ estreou este ano no Rio de Janeiro, no Planetário da Gávea, onde foi sucesso de público e crítica. Bárbaba Heliodora ressaltou no jornal O Globo, em 11 de julho de 2012, o tom de autenticidade do espetáculo. “O conjunto é o que melhor transmite o clima do espetáculo, quando canta ou toca, o conjunto fica particularmente inspirado, e dá ainda mais vida a essa bonita ‘Bandeira de retalhos’”, escreveu ela na sua crítica teatral.  A peça passou também pela sede do grupo AfroReggae e pelo 1º Seminário Internacional de Arte e Educação do Rio de Janeiro, com apresentações gratuitas.

 

Fruto de um processo de mais de seis meses de pesquisa, criação e ensaios, ´Bandeira de Retalhos´ tem cenários de Rui Cortes e figurinos de Pedro Sayad e Tita Nunes que recriam a estética do fim dos anos 1970, explorando a moda e imagens de fotografias da época reproduzidas em tecidos que cobrem parte do cenário. A Bica do Vidigal, espaço onde se desenrola parte da ação da peça, ganha destaque na iluminação de Márcia Francisco. Tiago Barbosa assina a preparação de canto do elenco e a assistência de direção; Wellington Soares, a preparação rítmica; Johayne Hildefonso, a direção de movimento; e Zezzé Silva, a direção de produção. Luís Paulo Corrêa e Castro, um dos fundadores do grupo e autor teatral, assina a supervisão dramatúrgica.

 

Com 21 atores em cena ´Bandeira de Retalhos´ traz alguns dos personagens da história real do Vidigal, como Armando, apelidado na peça como Pernambuco (Luiz Henrique Delfino), presidente da associação de moradores; Conceição, dona de uma birosca vivida por Lorena Baesso; e Duque (Alexandre Cipriano). O advogado Bento Rubião (Sandro Matos), o deputado Délio Santos (Alexis Abraham) e Ana Maria Noronha (Rosangela Gonçalves), da Pastoral das Favelas, também representados na trama, lutaram pela causa dos moradores na época e hoje nomeiam ruas do Vidigal. Já o personagem Tuim é o alterego de Sérgio Ricardo e é interpretado por seu filho, o músico João Gurgel.

 

SERVIÇO

‘Bandeira de Retalhos’ – direção geral de Guti Fraga e Fátima Domingues, texto e direção musical de Sérgio Ricardo, com o grupo Nós do Morro.

Sinopse: ‘Bandeira de Retalhos’ ficciona o episódio histórico de 1977, quando o governo tentou expulsar parte dos moradores do Vidigal. Eles resistiram e, com o apoio da população, de setores da igreja católica e da imprensa, mudaram a demografia do Rio de Janeiro para sempre. A peça é um musical 100% brasileiro, realizado pelo grupo Nós do Morro, que fala de união, política e solidariedade, ao som de músicas de Sérgio Ricardo.Classificação Indicativa: 18 anos;

 

Gênero: Teatro musical;

Duração: 105 minutos;

De 23 a 26 de agosto, às 20h.

Entrada Franca.

Distribuição de senhas no local 1 hora antes do espetáculo;

Sala Itaú Cultural – Av. Paulista, 149.

 

‘Bandeira de Retalhos’ – Ficha Técnica

Direção Geral: Guti Fraga e Fátima Domingues

Texto: Sérgio Ricardo

Supervisão Dramatúrgica: Luiz Paulo Correa e Castro

Assistência de Direção: Tiago Barbosa

Direção Musical: Sergio Ricardo

Co-direção Musical: João Gurgel

Direção vocal/Canto:Tiago Barbosa

Preparação Rítmica: Wellington Soares

Direção de Movimento: Johayne Hildefonso

Iluminação: Márcia Francisco

Direção de Arte: Rui Cortez

Figurinos: Pedro Sayad e Tita Nunes

Preparação Vocal: Leila Mendes. Isabel Schumann e Roberta Bahia

Assistência de Direção de Arte: Rodrigo Abreu e Sammara Niemeyer

Estagiária: Carolina Sugahara

Cenotécnica: Álvaro de Souza

Contra-regra: Dejaneth Idalice

Costureira da Bandeira de Retalhos: Tânia Dias

Montagem de Luz: Márcia Francisco, Arnaldo Nunes e Zezinho da Luz

Assistência de Figurino: Leonardo Brazas

Costureira dos figurinos: Claudia Ramos

Camareira: Goretth Bezerra

Operação de Som: Allan Felix de Souza

Design Gráfico: Marina Lufti

Fotos: Ricardo Gama

Vídeo de divulgação: Aléssio Slossel

Produção Executiva: Alessandra Barbosa e Bianca Fabre

Assistência de Produção: Sandra Viola e Kiko Moraes

Assessoria Jurídica: Martins Associados Advocacia

Assessoria Contábil: LS Serviços Empresariais LTDA

Assessoria de Imprensa: Carla de Gonzales

Direção de Produção: Zezzé Silva

 

Elenco – ator/ personagem:

Alexandre Cipriano –  DUQUE

Alexis Abraham – DELIO DOS SANTOS/POLICIAL

Cida Costa – ANGÉLICA

Cláudio Tozer – JOÃO VELHO

Danilo Batista – ENGENHEIRO

Edson Oliveira – SARGENTO

Flavio Mariano – ISIDORO/POLICIAL

Francisca Damião – COSTUREIRA

Jackie Brown – ANGELA/ POLICIAL

João Gurgel – TUIM

Kizi Vaz – TIANA

Lorena Baesso – CONCEIÇÃO

Luiz Henrique Delfino – PERNAMBUCO

Luzinete Barbosa –            DONA FÁTIMA

Marcello Melo – NENO E POLICIAL

Maga Cavalcante – DONA ALZIRA/ POLICIAL/ GRÁVIDA

Marília Coelho – JÚLIA

Priscilla Marinho –  CLARA

Renan Monteiro – BITUCA/ MUSICO

Rosangela Gonçalves – ANA MARIA NORONHA/ POLICIAL

Sandro Matos – JOÃO DA LUA E BENTO RUBIÃO

Related Posts