Geral

Por que o programa Minha Casa Minha Vida acabou?

O programa minha casa minha vida é um dos maiores programas brasileiros habitacionais. Criado em 2009, com duas atualizações sendo uma em 2012 e outra em 2016, ele veio com o objetivo de facilitar que famílias brasileiras consigam adquirir um apartamento ou a sua casa própria.

Quem são os beneficiários do programa?

O programa é dividido em 4 faixas e os beneficiários têm que se enquadrar a elas. A ideia da divisão dessas faixas é que as pessoas tenham acesso no programa aquilo que podem pagar. Cada faixa oferece valores diferentes de acordo com a renda das pessoas e diferentes taxas de juros.

A faixa 1 e 1,5 possuem a mesma taxa de juros de 5% ao ano e são feitas para famílias com renda bruta de R$1.800 e R$2.600 respectivamente. No caso da faixa 1 a quitação do imóvel deve ser em ate 10 anos, e na faixa 1,5 em ate 30 anos. As faixas 2 e 3 são para famílias com uma renda mais elevada e diante disso as taxas de juros também sobem, a quitação do imóvel pode ser em até 30 anos.

Entenda os benefícios do programa

Um dos principais benefícios é o longo prazo de pagamento, com ele as pessoas podem ampliar o número de parcelas para suavizar o pagamento da sua casa própria. As taxas de juros são mais baixas quando se comparado ao valor do mercado e pode ser utilizado o FGTS para participar do programa.

O governo também concede um subsídio as pessoas de baixa renda, esse subsídio é utilizado para deixar o financiamento com um custo reduzido comparado com o simulado inicialmente, mas apenas algumas faixas têm direito a esse subsídio.

Mudanças do minha casa minha vida

Com as mudanças no governo criou uma grande dúvida sobre a continuidade do programa e se ainda traria os mesmos benefícios. A partir de vários debates se iria continuar ou não, e caso permanecesse quais seriam os novos parâmetros o governo federal chegou em um acordo. O programa ainda existe, mas alguns benefícios foram alterados, como o caso do subsídio. Antes era concedido para pessoas da faixa 1 com renda bruta de ate R$1800, atualmente ele é dado para famílias com renda de ate R$1200 e o valor do subsídio foi reduzido.

Essas mudanças atingiram diretamente o mercado econômico e as ofertas de moradias populares, pois o valor ficou muito baixo e gerou uma falta de ofertas que se enquadrasse nessa quantia.

Novas alternativas

Diante de todas essas mudanças e dificuldades encontradas a partir delas novas alternativas foram lançadas para garantir a população de renda mais baixa a chance de garantir a sua casa própria, como é o caso do programa casa verde e amarela 2021.

Esse é um dos programas mais esperados a ser lançado pois graças a ele uma conquista de melhoria de vida vai ser alcançada. É um programa que concentra suas ofertas nas regiões norte e nordeste e foi criado com a intenção de aprimorar o que antes já existia, trazendo grandes oportunidades para milhares de famílias.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *